Sessões Teatro-Forúm

sexta-feira, dia 18 de abril, 21h30

drk sonhos de papel

 

 

 

 

 

 

 

Sessão de teatro-fórum “Sonhos de Papel” do grupo DRK – Cova da Moura

Espetáculo de Teatro Fórum que pretende refletir sobre as dificuldades que os/as imigrantes e seus descendentes encontram no acesso e manutenção do seu estatuto legal em Portugal bem como desvendar a luta dos mesmos, pelo direito à nacionalidade do país que encaram como seu. A história de Ricardo trazida a palco pretende despertar os autóctones para as dificuldades com que os/as descendentes de imigrantes se debatem no dia-a-dia, e conduz a comunidade de origem africana uma meditação sobre o impacto que os “papéis” têm nas suas vidas e como os seus sonhos podem ser construídos ou destruídos por eles. Afinal que sonhos podem. Sonhar? Qual a sua identidade? Estrangeiros até quando?

.

.

sábado, dia 19 de abril, 21h30

ksk

Sessão de Teatro-Fórum do coletivo KSK da Arrentela

Somos um grupo de Arrentela, que usa o Teatro Fórum/Teatro d@ Oprimid@ (T.O.) como ferramenta de intervenção social. O nosso objetivo é usar a arte para levar aos palcos e aos debates a voz da comunidade africana residente nos subúrbios dessa Europa capitalista e imperialista. Voz essa, que é sempre menosprezada pelos meios de comunicação social, e muitas vezes deturpada como forma de manipulação de informação, para continuar a perpetuar a estigmatização dos bairros pobres e criar uma imagem negativa, que serve de bode expiatório aos problemas socias da comunidade em geral. A nossa peça fala sobre a desvalorização da nossa história, e como ela é passada nas escolas portuguesas, criando desde cedo a percepção que o povo africano existe a partir do momento em que foi escravizado. O que cria a nível do subconsciente, nas nossas crianças, uma falta de autoestima e amor-próprio, criando assim uma corrente mental nas cabeças dos filhos de África residente na babilónia.

.

.

domingo, dia 20 de abril, 21h30

met

Sessão de teatro-fórum “MET ao quadrado” (Tartarugas Falantes e NTO-Braga)

Esta é uma peça de teatro-fórum que começou a ser criada no encontro Óprima!2013, em Braga, foi trabalhada pelas Tartarugas Falantes e pelo NTO-Braga e tem sido apresentada em diversos contextos (escolas, encontros de trabalhadores precários, encontros de teatro) como forma de despoletar o debate sobre o desemprego, a precariedade e o empreendedorismo.

“Não a queremos mais como colaboradora.”, “Não lhe podemos renovar o contrato.”, “Vai ter de cessar funções.”, “ Está dispensada”. Depois de ter contestado trabalhar continuamente horas extraordinárias sem ser remunerada, Alice ficou sem emprego. E sem dinheiro. Será culpa sua? Será que não se “está a mexer” suficientemente? Deve a Alice criar o seu próprio emprego? Bastará acreditar mais em si própria? Esta peça, além de uma criativa descodificação do “mundo encantado do empreendedorismo”, é uma oportunidade para pensarmos mais, para discutirmos mais e para agirmos mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s